Autor: Marketing Foxter

Lançamento Maiojama – Nova Carlos Gomes – Porto Alegre

Lançamento Maiojama – Nova Carlos Gomes Está chegando o empreendimento mais esperado dos últimos tempos. Uma arquitetura arrojada como Porto Alegre nunca viu, numa área que terá imensa valorização.   O que? O maior produto imobiliário do Rio Grande do Sul até hoje, considerado isoladamente: um sofisticado complexo multiuso a ser lançado pela Maiojama, englobando as novas tendências mundiais de centralidade já vistas no Trend City Center, com alguns aprimoramentos. Compreende escritórios, apartamentos e lazer, além de lojas e serviços, perfeitamente integrados no mesmo local. Conceito de autossuficiência, com tudo o que há de melhor ao alcance das pessoas em um só empreendimento. Para completar, será construído em uma grande área bem em frente a um  dos polos comerciais mais aguardados da cidade: o novo Shopping Belvedere. Onde? Na Av. Senador Tarso Dutra, que está sendo referida como a “Nova Carlos Gomes”, em frente ao futuro Shopping Belvedere. É uma extensão da urbanização do eixo da Carlos Gomes em direção ao eixo da PUC-RS, em uma região planejada que será palco de uma revolução na atual paisagem urbana, recebendo empreendimentos inovadores de alto padrão. Após muitos anos de espera, um intenso processo de modernos investimentos transformará o local em uma das regiões mais cobiçadas da capital gaúcha. DADOS DO PROJETO –       Previsão de entrega dezembro/2015 –       Previsão de início das obras maio/2012 –       Terreno com mais de 18.000 m2...

Continue Lendo...

Secovi-SP apresenta dados sobre mercado de locação em outubro

De acordo com o Sindicato da Habitação, a alta acumulada em 12 meses, de 19,66%, é a mais alta desde 2005 A baixa oferta de moradias para locação residencial na cidade de São Paulo manteve a tendência de evolução distinta de dois dos indicadores que acompanham o aluguel na capital paulista. O primeiro se refere aos contratos de aluguel em andamento. Aqueles com aniversário em novembro e atualização pelo IGP-M (Índice Geral de Preços de Mercado), da Fundação Getúlio Vargas, subirão 6,95%, indicando redução da taxa acumulada no ano. Enquanto isso os contratos novos realizados em outubro deste ano na Capital apresentaram evolução média de 2,2% em relação aos contratos firmados em setembro, aponta pesquisa mensal realizada pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação). Com esse aumento, a variação acumulada dos valores médios de aluguel no período de 12 meses foi de 19,66%. “Trata-se da maior alta desde o início da pesquisa, em janeiro de 2005”, destaca Francisco Virgilio Crestana, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP. “Isso mostra que não há um estoque suficiente de imóveis para se alugar na cidade, situação que não deve ser revertida em curto prazo.” Os tipos de imóveis que apresentaram a maior alta de preço em outubro, frente a setembro, foram as residências de 1 e 2 quartos, que subiram em média 3% e 2,5%, respectivamente. Os apartamentos...

Continue Lendo...

Crédito habitacional deve passar de R$ 150 bilhões em 2012

Aposta no consumo interno e redução na taxa de juros são saídas para combater crise internacional São Paulo – O ano de 2011 deve fechar com volume de R$ 117 bilhões em financiamentos imobiliários (30% a mais do que em 2010). Para o próximo ano, a projeção do Sindicato da Indústria da Construção Civil de São Paulo (Sinduscon-SP) é de que o montante do crédito habitacional chegue a R$ 152,1 bilhões. O aquecimento do setor vai de encontro à estratégia do país, que tem no fortalecimento do mercado interno e na ampliação do crédito os pilares para combater a crise internacional neste início de 2012. Com as indefinições nas economias dos países da Europa, a aposta no consumo interno e a redução na taxa de juros são saídas apontadas por muitos economistas. Envolto a esse cenário, o mercado imobiliário, que tanto tem prosperado nos últimos anos, deve manter, ou aumentar, de tamanho em 2012. Isso porque a demanda e crédito continuarão em alta, segundo especialistas do setor. “O crédito para financiamento habitacional deve ser expandido pelos bancos, pois a demanda por imóveis está cada vez mais crescente”, acredita Alexandre Lafer Frankel, diretor-presidente da incorporadora Vitacon. Segundo ele, o valor dos imóveis continuará valorizado. Fonte:...

Continue Lendo...

As melhores cores para os ambientes da casa

Belas cores e um ambiente agradável podem modificar o espírito e o ânimo dos moradores de uma residência Utilizar cores em todos os ambientes da casa, dos móveis à pintura das paredes, é uma forte tendência de decoração, mas é importante tomar cuidado para não deixar o ambiente muito carregado e saber utilizar as tonalidades para trazer boas emoções, tranquilidade e ótimas energias. “O importante mesmo é saber que tipo de sensações se quer transmitir”, diz a arquiteta Vanessa Trad. A profissional recomenda utilizar uma coloração diferente para cada ambiente – o branco, por exemplo, que é muito utilizado em cozinhas, tende a dar um ar mais clean, transmitindo calma, mas caso não seja bem utilizado, pode também passar a ideia de frieza e impessoalidade. Para aqueles que querem dar uma cor a mais na sua cozinha e fugir do branco, uma boa dica é o laranja, que tende a estimular o apetite, além de ajudar na criatividade e na comunicação. Para os quartos infantis, Vanessa indica as cores pastéis, como o verde claro, que tende transmitir equilíbrio e saúde, ou mesmo o azul claro, que remete a serenidade. Para as meninas, o rosa pastel, que estimula emoções positivas. “A cor pode ser um artifício ótimo para reforçar as energias positivas, quando usadas de forma correta, ou provocar uma real diminuição energética, causando irritação e perturbação quando mal empregadas”, esclarece...

Continue Lendo...

Projeto prevê dedução do IR na compra da casa própria

Proposta altera a legislação que rege o pagamento de IR por pessoas físicas para facilitar compra de imóvel Brasília – A Câmara analisa o Projeto de Lei 2254/11, do deputado Edivaldo Holanda Júnior (PTC-MA), que permite a dedução de imposto de renda na aquisição de imóvel para ser usado como moradia da família. A proposta altera a legislação que rege o pagamento de imposto de renda pelas pessoas físicas (Lei 9.250/95). O objetivo do projeto, segundo o parlamentar, é possibilitar que um número maior de brasileiros tenha acesso à casa própria. De acordo com a proposta, a dedução poderá ser de até 50% do valor das prestações do imóvel. Essa dedução, no entanto, só será permitida se o pagamento do financiamento for realizado junto à construtora ou a agente do sistema financeiro nacional. “A ideia de admitir somente os financiamentos com construtoras ou junto aos agentes do sistema financeiro nacional busca evitar eventuais fraudes. Parece-me que a exigência desses agentes como intermediadores poderá assegurar uma maior transparência nas operações”, explica o autor. O projeto tramita em caráter conclusivo e será examinado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Fonte:...

Continue Lendo...

Guia de Lançamentos

ABC Imobiliário

Organize-se: