Mês: novembro 2012

Acerte na escolha das TAGS e potencialize a divulgação do seu imóvel

O uso das redes sociais e ferramentas de comunicação possibilitam ao corretor de imóveis alcançar um público maior em curta velocidade de tempo. Mas com a diversidade de informações existentes na internet, destacar estes conteúdos pode virar uma batalha diária. E é nessa batalha que entram as TAGS ou palavras-chave, que se selecionadas de maneira estratégica, podem aproximar ainda mais o consumidor do seu produto. Este é o tema da última série de reportagens, Fotografia: o passo para a venda do imóvel. Para o especialista em Marketing digital e mídias online, Gustavo Zanotto, escolher palavras que tenham força e identifiquem o que o profissional publica é grande desafio para trabalhar bem uma rede social. “Mais do que palavras de texto, temos agora palavras de engajamento e força de marketing. Por isso, ser assertivo e objetivo na escolha de cada palavra aproxima os consumidores e cria projeção no mercado”, comenta. Zanotto ainda completa que para o mercado imobiliário uma rede social muito importante é o Instagram (rede social de imagens), pois os usuários buscam conteúdo em formato imagem e muitas vezes replicam estes conteúdos para seus amigos. “Criar e promover suas próprias tags nessas redes auxilia a acompanhar as referências à marca, ao imóvel que vende, além de gerar relevância frentes aos usuários que podem encontrar os conteúdos buscando por estas tags”, diz. Fotografias em blogs No caso da inserção...

Continue Lendo...

Decoração rústica ganha espaço em ambientes urbanos

A decoração rústica saiu das casas de campo e vem ganhando espaço nas áreas urbanas. Esse estilo confere aos ambientes um ar mais caloroso e convidativo. E o efeito pode ser obtido de várias maneiras, podendo ser item fundamental na decoração, ou um mero detalhe. Para criar uma decoração rústica, aposte em paredes descascadas, tijolos aparentes, móveis de madeira escura, peças com ares de fazenda ou do tempo da vovó. Dono de um acabamento indelicado, com as formas mais naturais, o estilo rústico tem uma característica mais descompromissada e despretensiosa. Neste tipo de decoração, acessórios e utensílios têm papel fundamental para a composição da casa. Na cozinha, por exemplo, você pode utilizar panelas de ferro, cestas, gamelas e cuias. No quarto as opções são ainda mais variadas: você pode usar uma colcha de patchwork e peças de artesanato. Apesar do aspecto envelhecido, a decoração rústica não se limita ao antigo. Você também pode usar peças modernas com acabamentos rústicos e conferir uma identidade própria aos ambientes. Além disso, a mistura do rústico com algumas peças modernas conferem ousadia à decoração da casa. Então, aproveite. Fonte:...

Continue Lendo...

Mercado imobiliário na capital tem alta nas vendas

O mercado imobiliário de Porto Alegre registrou incremento de 28,15% no número de unidades à venda em 2012. Apartamentos de dois (2) dormitórios e imóveis com preços entre R$ 287 mil e R$ 561 mil lideram o aumento na oferta. Os dados são do XV Censo do Mercado Imobiliário no Rio Grande do Sul, apresentado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Rio Grande do Sul (SINDUSCON-RS), em setembro. Essa pesquisa dimensiona a oferta e demanda de imóveis novos na capital gaúcha, visando subsidiar o processo de incorporadores e construtores. Neste ano foram identificados 333 empreendimentos em 182 empresas, totalizando 8.423 unidades novas em oferta. No quesito imóveis vendidos, o crescimento é de 15% no comparativo com o primeiro semestre do ano passado, o que corresponde a 2,1 mil imóveis vendidos na capital gaúcha no período. E esse crescimento não se restringe a Porto Alegre, em todo o Estado o crescimento nas vendas de imóveis também é positivo, de acordo com a Associação das Indústrias de Móveis do Estado do RS (Movergs). Segundo o levantamento, o aumento de 10% no mercado foi impulsionado pela queda do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI). Fonte: CRECI 3ª...

Continue Lendo...

Deixe sua casa mais alegre com patchwork

Uma das melhores maneiras de mudar um ambiente da sua casa é criar painéis e paredes de cores diferentes. Isso pode ser feito por meio de patchwork, que consiste em mesclar estampas e cores em forma de retalho. Esse tipo de trabalho começou com colchas, tapetes e outros materiais em tecido, mas hoje pode ser encontrado em revestimentos de superfícies em casas, apartamentos e mesmo estabelecimentos comerciais. “É um elemento que dá vida”, diz o arquiteto Eduardo Sáinz, do escritório Um a Um Arquitetura, de Brasília. Por isso mesmo, tende a ser mais comum em cômodos mais movimentados da casa. “Em espaços de relaxamento não combina muito, pois o objetivo dele é brincar”, explica Sáinz. Em quartos, por exemplo, o recurso pode não ficar muito bom, mas o arquiteto afirma que tudo depende da dinâmica da família. Para usar esse tipo de técnica, é preciso ter em mente, em primeiro lugar, a geometria do desenho. “Na arquitetura, tudo tem que ter uma geometria muito bem definida”, diz Sáinz. Dependendo do tipo de exposição que a pessoa quer dar ao espaço, do tamanho do cômodo e mesmo da cor que vai ser usada, pode-se optar por painéis ou um trabalho na parede inteira. O material também pode ser variado: desde ladrilhos até o uso de recortes de papel de parede, esse trabalho também pode ser utilizado em móveis da casa....

Continue Lendo...

Vida de condomínio: Primeiro a formalização

Antes mesmo da construção de um prédio, é necessário que haja a instituição do condomínio com a individualização das frações ideais, matrículas e áreas de cada unidade, até mesmo para aprovação da planta e autorização para início da construção pelos órgãos municipais. Tudo deve seguir ao que é estabelecido em lei, sob o risco de que os condôminos sejam punidos. Além disso, se o condomínio é irregular fica difícil fazer com que novos moradores cumpram as regras estabelecidas no regimento interno. A Lei 4.591/64 é a que regulamenta a criação dos condomínios e os requisitos para que isso seja feito estão expressos nos artigos 1o e 8o, como informa o advogado e diretor jurídico da Associação Brasileira de Condôminos, Prestadores de Serviços, Empresas e Organizações Afins (Abcon), Breno Renato Marques Fabrino. “O Código Civil também trata de condomínios edilícios, que são os construídos em edificações verticais com estruturas de uso comum: solo, estrutura e alicerces, telhado, rede geral de distribuição de água, esgoto, gás, eletricidade etc. Tais disposições relativas ao condomínio edilício estão entre os artigos 1.331 e 1.358”, informa. Independentemente de ser um condomínio vertical ou horizontal, as condições para que sejam estabelecidos são praticamente as mesmas, como explica Breno. A diferença é que o condomínio vertical tem regulação específica pelo Código Civil. “Nos dois casos, no entanto, será necessário elaborar um documento de instituição, que será, preferencialmente,...

Continue Lendo...