Tristeza Porto Alegre RS

Tristeza é um bairro nobre da zona sul de Porto Alegre que corresponde a uma região predominantemente residencial, estruturada com baixas densidades populacionais e integrada à paisagem natural local, a qual tem como grandes referencias o Parque Natural do Morro do Osso e o Lago Guaíba. Devido a essas características e peculiaridades, a região foi chamada por técnicos da prefeitura de "Cidade Jardim".
O nome do bairro é originário do apelido do habitante mais antigo da região, o chacareiro José da Silva Guimarães, o "Tristeza". Naquela época, a região que daria origem ao bairro Tristeza era basicamente rural, repleta de campos e pouco povoada, englobando os que hoje são seus bairros vizinhos: Vila Conceição e Vila Assunção, bem como partes de Camaquã e da Pedra Redonda. Na Praça Comendador Souza Gomes, onde ficava antigamente a extinta estação do trem, próximo à Paróquia Nossa Senhora das Graças, ocorre tradicionalmente, todos os sábados, a Feira de Artesanato da Tristeza.
O bairro Tristeza não dispõe de centros de compras de grande porte, mas possui vários e pequenos estabelecimentos comerciais, muitos deles considerados charmosos e convidativos, como o Paseo Zona Sul, o shopping Granville, o Clube Náutico Jangadeiros, o Jardins da Praça e o entorno da Praça Comendador Souza Gomes, que conta com diversos estabelecimentos comerciais e de serviços.
 Em maio de 2012, anunciou-se que o prédio do antigo Fórum Regional de Justiça da Tristeza, localizado na rua Landell de Moura, se tornaria sede do Centro Cultural Zona Sul. O projeto de transformação prevê, além da restauração do prédio, a possibilidade de implantação de biblioteca, de oficinas de arte, teatro, bistrô e memorial da região no futuro centro. No passado, o antigo fórum funcionou também como uma fábrica de objetos de decoração.

Imóveis em Tristeza

Imóveis em Tristeza | Porto Alegre

CARREGAR MAIS RESULTADOS...

Mais pesquisas de imóveis à venda

Localização